Galo ao Molho Pardo com Quiabo!

Olá! 🙂

Quero mostrar à você um prato típico de Minas Gerais: Galo ao molho pardo com quiabo!!!  Esse é um dos pratos que eu mais aprecio e por esse motivo quero compartilhar com você essa iguaria. Pena que cada vez mais ela está se perdendo no dia a dia dos lares 😦 .

20180408_121722

Para ficar mais simples de entender, vou colocar em partes ok 🙂 ? Simbora /o/

GALO AO MOLHO PARDO COM QUIABO

INGREDIENTES:

  • Galo caipira já cortado e temperado há pelo menos um dia;
  • Pedaços de gordura do galo, cortado em cubinhos pequenos;
  • Colorau a gosto;
  • Tempero a gosto;
  • Água o suficiente para cobrir um pouco mais da metade do galo, já na panela;
  • Folhas de louro;
  • Sangue do galo (Não pode “comer sangue”? Não se preocupe! Depois dê uma olhadinha no finzinho do post. Tem dica também para conservar o sangue para ele não talhar!!!);
  • Cheiro verde;
  • Cebola e pimentão;
  • Pimentas biquinho cortadas (opcional, mas dá um sabor delicioso);

PREPARO:

  • Em uma panela de pressão coloque os pedaços de gordura, não precisa ser muito ok. Deixe-os derretendo até virar uns “torresminhos”. A quantidade é a gosto, normalmente eu uso somente para extrair a gordura suficiente para refogar os outros ingredientes.
  • Adicione o colorau e depois o tempero, após coloque os pedaços do galo e refoque um pouco.
  • Coloque folhas de louro e acrescente a água o tanto suficiente para cobrir o galo pela metade. Tampe a panela e deixe na pressão por 35 a 40 minutos.

GALOCRU

> Carne de galo normalmente é mais dura e demorada para cozinhar, uma dica tirada láaaaa do baú da velha é colocar um garfo ou um prego (esterilizado por favor hein) dentro da panela antes de levar à pressão, não me pergunte o por quê, mas assim a carne que demoraria uma hora e tantos levará menos tempo para ficar no ponto de cozida.

  • Após 35 a 40 minutos retire a panela do fogo e destampe para conferir se a carne está cozida sem ficar despregando do osso com muita facilidade.
  • Acerte o tempero e adicione o quiabo, se você quiser levar a pressão para cozinhar mais rápido recomendo deixar por uns três minutinhos, se não é só deixar cozinhar normalmente.
  • Após tudo cozido coloque o sangue e mexa suavemente, adicione a cebola, o pimentão e a pimenta biquinho, deixe cozinhar um pouco e coloque por fim o cheiro verde por cima.

> Para você não colocar o quiabo todo babento 😛 .

Para acompanhar arroz branco, feijão, angu, conserva de gengibre, e uma boa pimentinha malagueta (eu prefiro a pimenta de bode)  =^^= .

GALOPRONTO

DICAS:

  • Se você não quiser colocar o sangue, poderá seguir os outros passos normalmente, mas aí não será mais ao molho pardo. Será somente um galo com quiabo, mas será ainda muito gostoso ok.
  • O sangue é sempre adicionado quando estiver quase tudo pronto e dá um sabor delicioso ao prato. 
  • O sangue costuma talhar na hora de armazenar e/ou na hora de colocar na panela, para evitar que isso aconteça misture um pouco de vinagre nele e guarde na geladeira, mas, sem levar ao congelador.
  • Para que você não fique cismada por causa da gordura do galo eu vou te dar uma dica de ouro: quando for preparar o seu pratinho coloque um pouco de conserva de gengibre e umas duas colheres do caldo da conserva, não vai estragar o seu prato pode ficar tranquila.
  • Quando você fizer um caldo e perceber que ele está muito aguado basta dissolver uma ou duas colheres de amido de milho em um copo com água e despejar sobre o caldo enquanto ele está fervendo, mexa sempre delicadamente até engrossar.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s